Título Original:  Elephant

País:  EUA

Ano:  2003

Duração:  81 minutos

Gêneros:  Drama

Direção:  Gus Van Sant

Roteiro:  Gus Van Sant Harris Savides, Marychris Mass

Elenco:

Alex Frost
Eric Deulen
John Robinson
Elias McConnell

Formato:  RMVB

Tamanho:   296 MB

Legendado:  Português/BR

Sinopse:

Um dia aparentemente comum na vida de um grupo de adolescentes, todos estudantes de uma escola secundária de Portland, no estado de Oregon, interior dos Estados Unidos. Enquanto a maior parte está engajada em atividades cotidianas, dois alunos esperam, em casa, a chegada de uma metralhadora semi-automática, com altíssima precisão e poder de fogo. Munidos de um arsenal de outras armas que vinham colecionando, os dois partem para a escola, onde serão protagonistas de uma grande tragédia.

Download

Comentário:

Baseado no massacre de Columbine High School, Gus Van Sant procura não reconstituir o fato ocorrido de forma fiel, mas sim adaptar para sua visão mais reflexiva. Começamos com um personagem, John e aos poucos somos apresentados aos personagens envolvidos com a tragédia. Interessante os jogos de câmera em espaços vazios para nos alertar que o filme tem como principal objetivo: a reflexão; sobre o que levam os jovens a agir de forma tão cruel por motivos fúteis. A narrativa é toda fragmentada, é como se o diretor pintasse uma parede de um muro inteiro e depois tivesse que “re-pintar” para cobrir os espaços menos visíveis. Ao lado dessa metáfora que usei, é uma espécie de quebra-cabeça, mas não um de fato. Pois as peças que faltam do quebra-cabeça não são necessárias para compreender a película. Essas peças extras que o diretor usou serviram como uma complementação para entrarmos de fato na história e sentirmos a sensação de ser um Deus, que pode voltar no tempo e entrar no corpo de cada vítima do massacre. Essa sensação me lembrou do filme, postado aqui no blog também, “Confissões” que abriu a mente dos principais envolvidos com o crime, porém essa invasão em cada personagem foi essencial para a entendermos. Não sei os motivos de fato na vida dos jovens para causarem tamanha destruição na escola, talvez o diretor também não saiba e queira dar sua interpretação. De forma grosseira, as escolas norte-americanas são divididas em esportistas, pessoas que gostam deles, nerds e bullynados. Sobre a personalidade dos dois jovens, é mostrado a nós que um deles gosta de música clássica e ambos adoram jogos de violência gratuita. Até que ponto esses jogos influenciam? Podem ser bem perigosos quando pegam mentes que não sabem distinguir a realidade e começam a ver o mundo virtual como plausível de ser aplicado em suas vidas, pois essas não sejam normais, chegando até ser infernais, dignas de ser autodestruídas. Vemos em inúmeros filmes de terror que os assassinos nascem de uma infância perturbada, crianças rejeitadas tantos por amigos como pelas famílias. Nesse caso, a cena do banheiro em que os futuros criminosos se beijam no banheiro revela que ambos nunca haviam beijado uma garota. Tal fato pode ser interpretado como uma rejeição por parte das mulheres, possível rejeição de grande parte do colégio. A rejeição aliada a violência como válvula de escape àquele inferno vivido cotidianamente na vida escolar se tornou uma bomba a qual explodiu e acabou com a vida de inocentes. Acredito que entre os dois, um teria uma convicção do ato mais forte e influenciou o outro. Enfim, a reflexão a respeito das causas do massacre é o maior objetivo do diretor, até pela duração curta com 81 minutos. O elenco adolescente atuou de modo eficiente, e apesar de não ter um protagonista maior, todos deram sua contribuição para elevar ainda mais o longa-metragem. Ganhou Palma de Ouro em Cannes.

IMDB

Anúncios