Título Original:  Don’t look now

País:  Itália, Reino Unido

Ano:  1973

Duração:  110 minutos

Gênero:  Suspense, Terror, Thriller

Direção:  Nicolas Roeg

Roteiro:  Allan Scott, Chris Bryant

Elenco:

Donald Sutherland
Julie Christie

Formato: RMVB

Tamanho:  345.83 MB

Legendado:  Português/BR

Sinopse:

O casal John (Donald Sutherland) e Laura Baxter (Julie Christie) estão aquecidos, dentro de uma casa de campo, enquanto os filhos, Christine e Johnny brincam do lado de fora, no campo. Christine caminha com um boneco e uma bola simulando uma guerra imaginária. Johnny anda acelerado de bicicleta, até que rompe um vidro no chão. Laura procura em livros uma resposta satisfatória para uma pergunta da curiosa Christine, enquanto John estuda imagens de igrejas para o seu trabalho. A calma da família termina quando John sai correndo de casa e encontra Christine afogada no lago. Pouco depois, John e Laura se mudam para Veneza, onde ele passa a dedicar boa parte de seu tempo a um projeto de restauração de uma antiga e importante igreja. O encontro de Laura com duas irmãs escocesas – uma delas, aparentemente, médium – muda a rotina do casal na mesma época em que estranhos assassinatos intrigam a polícia da cidade.

Download

Comentário:

“Inverno de Sangue em Veneza” é um suspense excêntrico. O clima de tensão é constante, já no início, o filme nos engana muitas vezes, dá uma falsa impressão que está calma e de repente nos espanta, não por medo, mas por essa quebra de climas como a cena da morte de sua filha, cena repetida inúmeras vezes durante o longa-metragem que não sai da mente de John, associando imagens parecidas à Christine. A cor vermelha está presente em quase todas as cenas (isso me lembrou de “O sexto sentido” que o vermelho tinha um sentido todo próprio) e associamos com sangue/perigo, pois desde o começo, a tensão parece dominar. As trocas de cena dão um toque especial ao filme, as similaridades de movimentos ou cores da cena anterior para a posterior embelezam incrivelmente, pelo menos comigo me fez reparar muito, parece que nos chama a atenção para os detalhes. As câmeras com foco, à primeira vista, desnecessários nos avisa mais uma vez para prestarmos a atenção. Um parêntese interessante do filme é cena de sexo. Funciona como uma válvula de escape para toda aquela tensão, nos faz relaxar um pouco, com apenas o áudio confortante. É lindo como as cenas se alternam, enquanto a mulher tira a roupa em uma cena e a relação se intensifica, alternam-se imagens de ambos se vestindo, mostrando expressões de preocupação, como se aquela fuga da realidade sombria acabasse. Nas partes lentas, com silêncio absoluto, a agonia toma conta de modo que podemos suspeitar ou até mesmo adivinhar que algo ruim acontecerá. O mistério predomina a partir de quando a cega é apresentada na história, que por sinal enfatizou bem com sons e foco de câmera, como se o diretor tivesse  chamando nossa atenção para ela. Tal mistério é mantido por todo o filme, nos causa uma SENSAÇÃO de estarmos perdidos. Pois é, este é o ponto. A narrativa não é linear, nem mesmo lógica, é mais de sensações, perturbar nosso cérebro, com a ideia de que não vamos compreender o que se passa na cidade. O cineasta joga pistas para enganar nos perturbar, algumas pistas como o fato ser paranormal, profecia, possessão demoníaca, serial killer. Essa confusão é vivida por John, principalmente quando ele pensa ter visto sua mulher, tudo indica mesmo, confunde a nós também. A atmosfera sombria de Veneza ajudou consideravelmente a provocar sensações estranhas, desajeitadas. Veneza foi quase um personagem da história e foi transformada de o lugar turístico, tão belo para o mundo inteiro em cenário pesado. À noite quando caminhavam sozinhos pelas ruas, é enfatizado bastante que não tenha qualquer indivíduo na rua, dando mais mistério, como “será que o assassino aparecerá? E aquele corpo resgatado do barco? Será algum dos dois a próxima vítima? O acidente da igreja? Mero acaso? Foi pressentimento de John correr para salvar sua filha? O que acontece com as irmãs?” São perguntas que ficarão no ar e deixarão para nós decidir qual final seria justo. Essa não-linearidade que enriqueceu essa grande obra, que ganhou uma abrangência incrível de discussões. Um destaque especial para a trilha sonora, espetacular!! Soube fundir as sensações perfeitamente .

Anúncios