Título Original:  Being John Malkovich

País:  EUA

Ano:  2000

Duração:  112 minutos

Gêneros:  Comédia, Fantasia, Drama

Direção:  Spike Jonze

Roteiro:  Charile Kaufman

Elenco:

John Cusack
Cameron Diaz
Catherine Keener
John Malkovich

Formato:  RMVB

Tamanho:  385 MB

Legendado:  Português/BR

Sinopse:

Um homem (John Cusack) consegue um novo emprego no 7º e meio andar de um edifício comercial, onde todos os funcionários devem andar curvados. Lá encontra uma porta, escondida, que leva quem ultrapassá-la até a mente do ator John Malkovich, onde pode permanecer durante 15 minutos, até ser cuspido numa estrada na saída de Nova Jersey. Impressionado com a descoberta, resolve alugar a passagem para outras pessoas, dentre elas o próprio John Malkovich.

Download

Comentário:

É uma comédia. E comédias podem ser cômicas ou trágicas, e essa é do tipo trágica. Daquelas que você parece ter surgido dos clássicos. Como se tivesse ouvindo uma lenda da antiguidade clássica. Pelo menos me senti assim, por todas as coisas que ouvi e li daquele tempo são assim: únicas e incomparáveis.

A história é tratada de forma tão natural, que torna-se absurdo. O fato de Maxine e Lotte acreditarem e não questionarem tanto sobre a existência daquele ‘portal’ até Malkovich. É tão impressionante e você ri durante o filme e fica se sentindo meio estranho com todo aquele humor que só entende por que no final. Pelo menos foi assim comigo. Por o filme abordar questões existenciais, como: você não é você, muitas vezes pessoas te invadem.

Craig gosta de brincar de ser Deus. E se acha no direito de controlar o ator. O primeiro momento quer ficar dentro dele, assim como todas as pessoas pra quem vendem ingressos. Mas quinze minutos é pouco, querem mais. Porém, no final, acontece algo incrível, Craig quer sair dele, se libertar do ator, não suporta mais. E cai na realidade horrível. Para ele não importou estar no corpo de John Malkovich ou no próprio corpo, é infeliz de qualquer jeito.

Uma sequencia de cenas que admirei muito foi a que, dentro da mente de John Malkovich, Lotte persegue Maxine grávida. Ambas passam pelas memórias do ator, que são exclusivamente perturbadoras. Não sei se isso realmente aconteceu com o ator na vida real, acredito que não, mas mesmo assim, você vê o lado ‘ruim’ da vida dele. Ele sendo bullyinado no ônibus escolar, vendo os pais fazerem sexo, chorando, cheirando uma calcinha de mulher, ele solitário. Realmente foi incrível ambas passarem por esse mundo íntimo de John, que provavelmente só persiste por ele estar preso e infeliz, sem poder ser ele mesmo. A ação da cena que não condiz com a cena, torna-a ainda mais genial e única.

Mais um único comentário: tive que pausar o filme quando vi de perto pela primeira vez Lotte. Aí eu pensei: conheço essa atriz! E depois de uns 2 minutos reconheci Cameron Diaz.

http://www.imdb.com/title/tt0120601/

Anúncios