Título Original:  Life of Brian

País:  Reino Unido

Ano:  1979

Duração:  94 minutos

Gênero:  Comédia

Direção:  Terry Jones

Roteiro:  Graham Chapman, John Cleese

Elenco:

Graham Chapman
John Cleese
Eric Idle
Michael Palin
Terry Jones
Terry Gilliam

Formato:  RMVB

Tamanho:  373 MB

Legendado: Português/BR

Sinopse:

Sátira dos temas bíblicos e religião. Na Judéia, ano 33 DC, uma época cheia de seguidores, messias e romanos, o judeu Brian Cohen (Graham Chapman) acaba se tornando um messias importante para as pessoas devido a situações completamente absurdas.

Download

Parte 1        Parte 2       Parte 3       Parte 4        Parte 5

Comentário:

Logo de cara, aparecem os três reis magos e fica claro que o filme será uma paródia/sátira da vida de Jesus e da bíblia. Segue-se de uma introdução para os 33 anos de cristo, cantada de forma inteligente com um toque um pouco obscuro, também devido à vida de Jesus nesse período não ser tanto explorada. Brian é o personagem que o diretor Terry Jones usou para alfinetar “indiretamente” Jesus. Pra começar a mãe dele é interpretada por um homem falando com vozes finas. Todos os eventos ao longo do filme são contrários ao esperado por qualquer abordagem católica, e essa surpresa obviamente cria o humor, o qual é negro o bastante para gerar discussões entre fanáticos. O diretor mostrou o seu ponto de vista ateísta brilhantemente por meio da comédia que qualquer poderia ter sido um messias, basta as ocasiões serem favoráveis e depende muito da mente de quem os segue. Nesse caso, o desespero dos habitantes à espera de um salvador, um ser capaz de fazer milagres e ajudá-los seja lá o que for preciso: cura, comida. A forma como começa essa fama de Brian é totalmente anti-herói e crítica, pois ele estava fugindo dos guardas e acaba virando um herói mesmo ele não querendo, se escondendo. Quanto mais ele tentava escapar de seus discípulos, mais eles o veneravam. Brian é um ser humano comum que não queria ser crucificado de maneira alguma, isso contraria a versão bíblica que ele quis ser crucificado para salvar seus seguidores, em sinal de seu amor. Por falar em amor, é bom citar esse lado masculino de Brian que cortejava as mulheres, porque nunca mostrar esse lado de Jesus? Mas claro, não vamos confundir os fatos, esse filme é uma comédia, obviamente não quis demonstrar o que de fato aconteceu, e sim satirizar a verdade imposta pela bíblica e pela igreja católica, afinal não há provas do que houve há quase 2000 anos atrás. As sátiras ultrapassam a religiosidade e chega até nos cargos elevados como o imperador, que sofre um problema com a fala, juntamente de seu amigo, de nome estranho, causador de risadas por parte de seus encarregados e de todo povo.

http://www.imdb.com/title/tt0079470/

Anúncios