Título Original:  No Country for old men

País:  EUA

Ano:  2007

Duração:  122 minutos

Gêneros:  Drama, Policial, Suspense

Direção:  Joel Coen, Ethan Coen

Roteiro:  Joel Coen, Ethan Coen, Cormac McCarthy

Elenco:

Javier Bardem
Josh Brolin
Tommy Lee Jones
Kelly Macdonald
Woody Harrelson
Stephen Root
Garret Dillahunt

Formato:  RMVB

Tamanho: 395 MB

Legendado:  Português/BR

Sinopse:

Texas, década de 80. Um traficante de drogas é encontrado no deserto por um caçador pouco esperto, Llewelyn Moss (Josh Brolin), que pega uma valise cheia de dinheiro mesmo sabendo que em breve alguém irá procurá-lo devido a isso. Logo Anton Chigurh (Javier Bardem), um assassino psicótico sem senso de humor e piedade, é enviado em seu encalço. Porém para alcançar Moss ele precisará passar pelo xerife local, Ed Tom Bell (Tommy Lee Jones).

Download

Comentário:

“Onde os Fracos não têm vez”, assim chamado no Brasil, não é a melhor opção pra denominá-lo, já que não há personagens fracos. O título em inglês é mais coerente (“No country for old men”), pois os velhos Llewelyn Moss e Ed Tom já passaram da idade, o que não significa ser fracos, isso é ignorar o passado deles, já julgando eles terem sido fracos toda a vida. Enfim, pulando essa parte da nomeação, iremos para os personagens. Anton Chigurh, interpretado por Javier Bardem, é um assassino frio, metódico e é capaz de matar quaisquer indivíduos no seu caminho. Apesar de psicopata, tem seu código e palavra acima de tudo, como é comprovado em alguns momentos, como no posto à beira da estrada e com a mulher de Llewelyn. As expressões de Chigurh, a escassez de adjetivos para defini-lo, o uso da um tubo de ar comprimido como arma, ou acoplado à arma, tudo isso foi incorporado perfeitamente por Bardem, rendendo um  oscar de melhor ator coadjuvante e também fez belíssimos trabalhos como em “Mar Adentro”, “Sombras de Goya”. A respeito do roteiro, tudo começa quando Moss encontra uma maleta com dois milhões de dólares, e a partir de então, tudo gira em torno dessa. O filme é um duelo entre o assassino implacável e Moss, uma perseguição nada clichê, a qual o objetivo dos dois é o mesmo, a maleta. O filme não pode ser confundido com um faroeste moderno, não, essa não foi intenção dos irmãos Coen. Faroeste tem uma linearidade tradicional, e podem classificar de tudo os irmãos, menos convencionais. Aliás, esse não convencionalismo é alvo de crítica, principalmente a respeito do final do filme ou como no filme “Queime depois de Ler” que apresenta também um final incomum. Ethan e Joel Coen são os típicos diretores “ame ou odeie”, pois quem espera um final “normal” e história mastigada costuma se decepcionar. Eu particularmente adorei o final, realmente não o esperava, isso se destaca, não é mais um filme de perseguição, tem sua identidade e com certeza por ela identifica-se claramente quem são os diretores. Ganhou um oscar atípico de melhor filme, assim o classifico por não ter um perfil favorito para os votantes, pois são conservadores. Mas enfim, as vezes até o oscar nos surpreende.

http://www.imdb.com/title/tt0477348/

Anúncios